Ideal Contabilidade | Ações da Eletrobras disparam diante da proposta de privatização
5894
post-template-default,single,single-post,postid-5894,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-theme-ver-1.0,qode-theme-ideal,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
 

Ações da Eletrobras disparam diante da proposta de privatização

Ações da Eletrobras disparam diante da proposta de privatização

A proposta de privatização da Eletrobras (ELET6) animou os investidores na última terça-feira (22). As ações da estatal tiveram uma alta expressiva de quase 50%, o que ajudou a Bolsa de Valores brasileira a fechar no maior nível dos últimos seis anos e meio.

O Ibovespa (IBOV), índice que mede o comportamento das principais ações negociadas na Bovespa, fechou em alta de 2,01%, chegando a 70.058 pontos.

A Eletrobras ganhou em apenas um dia, cerca de R$9 bilhões em valor de mercado. A ações ordinárias, que dão ao acionista o direito a voto nas assembleias da empresa, subiram 49,30%, chegando ao preço de R$21,20. Já as ações preferenciais, que conferem ao acionista preferência na distribuição de lucros e compensações, subiram 32,08%, chegando a valer R$ 23,55.

A proposta do governo é diminuir sua participação na empresa através da emissão de novas ações ordinárias. Atualmente, a União possui 40,99% das ações da empresa, o BNDES, 18,72% e fundos federais detêm 3,42%. A intenção é concluir o todo processo até o primeiro semestre de 2018.

Fonte: Toro Radar